1º Leilão de veículos do Detran – PI em 2015

Acontece no dia 30 de maio, em Teresina, o 1º Leilão de veículos do Detran – PI em 2015.  Serão leiloados 226 veículos, sendo 221 motocicletas e cinco sucatas.  Os lotes são provenientes de apreensões realizadas em blitz de fiscalização em todo o estado do Piauí.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), os lotes arrematados como sucatas não serão, em hipótese nenhuma, licenciados, nem recolocados em circulação. Os mesmos devem ser utilizados apenas para o reaproveitamento de peças. O leilão acontece devido à falta de regularização dos proprietários que tiveram seus veículos apreendidos há mais de 90 dias.

1º Leilão de veículos do Detran – PI em 2015

Está apto a participar do leilão qualquer pessoa física ou jurídica, portadora de documento de identidade, CPF ou CNPJ e que não possua restrição judicial. Os documentos deverão ser apresentados em cópia e original ao leiloeiro para confronto e autenticação. Interessados em participar da modalidade online do leilão deverão se cadastrar previamente no site www.vipleiloes.com.br.

Na modalidade presencial e online é necessário o pagamento de caução no valor de R$ 1.000,00, por meio de cheque ou depósito bancário. Se houver arremate, o valor será descontado e, não havendo, o valor será restituído ao participante.

O pagamento dos lotes arrematados deverá ser realizado através de cheque nominal ao leiloeiro no ato da arrematação. Os novos proprietários só poderão realizar a retirada dos bens após 30 dias da data de emissão do Termo de Quitação e Liberação de Lote. Nesse período, é recomendável ao arrematante tomar as devidas providências referente ao emplacamento e transferência de propriedade.

Mais informações

Os interessados em conhecer os lotes disponibilizados poderão realizar visitas ao depósito no período de 25 a 29 de maio, no horário de 9h às 17h. O pátio da Vip Leilões está localizado na Avenida Dr. Josué de Moura Santos, 1111, bairro Pedra Mole.

Fonte: Governo do Estado do Piauí

O que achou do artigo?

Deixe uma resposta