Leilão da PRF tem mais de 600 veículos apreendidos

Leilão da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem mais de 600 veículos. Segundo a PRF, a maioria dos veículos são considerados como recuperáveis. Leilão ocorre no fim do mês.

Sobre o leilão

Os mais de 600 veículos apreendidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) serão leiloados em Roraima, conforme divulgação em edital publicado no site da PRF.

No total, serão 644 veículos de transporte, entre eles, há também bicicletas, com lances mínimos de R$ 50,00 reais. Os veículos, em sua maior parte, são os considerados recuperáveis. Também há os automóveis considerados sucatas, que só podem ser comprados por empresas regulamentadas no ramo.

O edital está disponível na internet (clique aqui) e os interessados devem se cadastrar no portal do leiloeiro, com 48 horas de antecedência.

O evento é aberto ao público, que poderá conhecer os veículos objeto do leilão através do site www.wrleiloes.com.br ou direto nos pátios da PRF próximo ao posto Caracas, na Sede da PRF ou na Unidade Operacional da Água Boa.

Data e localização do leilão e visitação

O leilão será nos dias 28 e 29 desse mês. Os lances poderão ser realizados pelo mesmo site da empresa que será responsável pelo leilão (online) ou no dia do certame presencialmente, na Sede da WR Leilões, situada na Rua Três Marias, 139, Raiar do Sol, Boa Vista, Roraima.

Entre os dias 22, 23 e 24 de maio os pátios estarão abertos para visitação e inspeção visual dos veículos, nos horários compreendidos entre 08h as 12h e 14h as 16h.

Pagamento, lances e retirada do veículo

O pagamento relativo aos lotes adquiridos será realizado pelo licitante, em cota única, através de Guia de Recolhimento da União (GRU), obtida na sede da Superintendência de Polícia Rodoviária Federal em Roraima, observando-se o prazo de validade.

Os lotes não arrematados poderão retornar ao certame de acordo com a discricionariedade do leiloeiro oficial. Uma vez aceito o lance, não se admitirá a sua desistência, sob pena de o arrematante incidir em responsabilidade no âmbito civil, penal e administrativo.

Para os Lotes classificados com legenda “RECUPERÁVEL”, serão da responsabilidade do arrematante os débitos de licenciamento referentes ao exercício corrente (Taxa do Detran, IPVA, DPVAT, Baixa de Gravame e 1º emplacamento), bem como as despesas com o traslado do veículo, a transferências de propriedade, o ICMS, vistorias cobrados, eventualmente, pela União, Estados e Municípios, bem como todas as solicitações de serviço junto aos órgãos de trânsito visando o seu cadastramento/regularização, tais como: primeiro emplacamento, emplacamento de veículos de coleção, transferências, emissão de certificado de vistoria, modificações, remarcação de chassi, motor e de outros, para fins de adequação à Lei no 9.503, de 23/09/1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, resoluções e de demais normas do Conselho Nacional de Trânsito.

Veja também:

Leilão da PRF tem mais de 600 veículos apreendidos
3.6 (71.43%) 7 vote[s]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.